10 curiosidades sobre Aristóteles

Aristóteles foi um filósofo e cientista grego, que suas contribuições foram importantes para quase todos os aspectos do conhecimento humano. Onde foi o autor de um sistema filosófico e cientifico que se tornou o quadro e o veículo para cristões e islâmicos.

Ainda depois das revoluções intelectuais do Renascimento, da Reforma e do Iluminismo. Seus conceitos continuaram a fazer parte do pensamento ocidental. Fique então com os 10 fatos sobre filósofo Aristóteles.

10. Ficou órfão aos 13 anos

menino-orfão
pixabay.com

Nascido em 384 a.C. Em Estagira, Trácia, o pai de Aristóteles era médico pessoal do rei Amintas, da Macedônia. Sendo ambos os pais do filósofo morreram quando ele tinha cerca de treze anos e o Proxemo de Atarneus tornou-se então seu guardião.

Apesar de pouca informação sobre a infância de Aristóteles tenha sobrevivido, ele provavelmente teria passado um tempo dentro do palácio macedônio, fazendo conexões com a monarquia macedônica.

9. Foi para Atenas com 17 anos

atenas

Com 17 anos idade, Aristóteles mudou-se para Atenas para continuar sua educação na Academia de Platão. Onde permaneceu por cerca de vinte anos antes de deixar Atenas em 348 a.C. Segundo registros históricos ele teria ficado desapontado com a direção da academia depois que o controle passou para o sobrinho de Platão.

Embora seja possível que ele temesse os sentimentos anti-macedônios em Atenas naquela época e partisse antes da morte de Platão. O filósofo então acompanhou Xenócrates até a corte de seu amigo Hermias de Atarneus na Ásia Menor. Após morte de Hermias, Aristóteles viajou com seu pupilo Teofrasto para ilha de Lebos, onde juntos eles pesquisaram a botânica e zoologia da ilha e sua lagoa protegida.

8. Era chefe da academia real da Macedônia

escola-de-arte-atenas

Tendo sido apontado como chefe da academia da Macedônia, durante seu tempo, na corte da Macedônia, ele deu lições não apenas a Alexandre, o Grande, mas também a dois outros futuros reis: Ptolomeu e Cassandro. Aristóteles encorajou Alexandre para a conquista oriental e a própria atitude do filósofo em relação a Pérsia era descaradamente etnocêntrica.

Em um famoso exemplo disso ele aconselhou Alexandre a ser um líder para os gregos e um déspota para os bárbaros. Para cuidar dos primeiros como amigos e parentes, e para lidar com os últimos como animais ou plantas.

7. Fundou sua própria escola em Atenas

atenas
pixabay.com

Em 335 a.C. Aristóteles fundou sua própria escola em Atenas, em uma área de exercício público dedicado ao deus Apolo Lykeios, daí o nome Liceu. Os filiados da escola de Aristóteles mas tarde foram chamados de peripatéticos.

Os membros do Liceu realizavam pesquisas em uma ampla gama de assuntos, os quais eram de interesse do próprio Aristóteles: botânica, biologia, lógica, música, astronomia, medicina, cosmologia, física, história da filosofia, metafísica, psicologia, ética, teologia, retórica, história política, do governo e da teoria política, e as artes.

6. Dos 200 de seus trabalhos apenas 31 sobreviveram

livro-aberto

Foi então no Liceu que Aristóteles provavelmente compôs a maioria de seus cerca de 200 trabalhos, dos quais apenas 31 sobrevieram. Em um grande estilos suas obras são densas e quase desordenadas, sugerindo que eram anotações para uso interno em sua escola. As obras sobreviventes dele estão agrupadas em quatro categorias.

O “organon” que é um conjunto de escritos que fornecem um kit de ferramentas lógicas para uso em qualquer investigação filosófica ou científica. Em seguida vem os trabalhos teóricos dele, mais notavelmente seus tratados sobre animais, cosmologia, “Física” (uma investigação básica sobre a natureza da matéria e mudança) e a “Metafísica” (uma investigação quase teológica da própria existência).

Terceiro são chamados trabalhos práticos de Aristóteles, notadamente a “Ética a Nicômaco” e a “Política”, ambas investigações profundas sobre a natureza do florescimento humano nos níveis individuais, familiar e social. e por último a “Retórica e “Poética” examinam os produtos acabados da produtividade humana, incluindo o que faz um argumento convincente e como uma tragédia bem trabalhada pode instigar medo e piedade.

5. Fugiu de Atenas depois da morte de Alexandre, o Grande

ciddade-atenas

Após a morte de Alexandre, o Grande, em 323 antes de Cristo, o sentimento anti-macedônio forçou novamente Aristóteles a fugir de Atenas. Morreu um pouco a norte da cidade em 322 antes de Cristo, de queixa digestiva.

Ele pediu para ser enterrado ao lado de sua esposa, que havia morrido alguns anos antes. Em seus últimos anos, ele teve um relacionamento com sua escrava Herpyllis, que lhe deu um filho, Nicômaco, para quem seu grande tratado ético é chamado.

4. Seus estudantes assumiram o Liceu

atenas-grécia
pixabay.com

Os estudantes favoritos de Aristóteles assumiram o Liceu, mas em poucas décadas a influência da escola havia diminuído em comparação com academia rival. Por várias gerações, as obras de Aristóteles foram esquecidas.

O historiador Strabo disse que eles foram armazenados por séculos em um porão mofado na Ásia Menor antes de sua redescoberta no primeiro século antes de cristo, embora seja possível que essas fossem as únicas cópias. Em 30 antes de Cristo Andrônico de Rodes Agrupou editou as obras remanescentes de Aristóteles no que se tornou a base para todas as edições.

3. Sua influência na idade média e além

aristolteles-estátua

No século XII, o filósofo foi reintroduzido no ocidente através da obras de Albertus Magnus e especialmente Tomás de Aquino, cuja síntese brilhante do pensamento aristotélico e cristão forneceu uma base para a filosofia, teologia e ciência católica medieval tardia.

A influência universal de Aristóteles diminuiu um pouco durante Renascimento e a Reforma, quando os reformadores religiosos e científicos questionaram a forma como a Igreja Católica havia incluído seus preceitos.

Cientistas como Galileu e Copérnico desaprovaram seu modelo geométrico do sistema solar, enquanto que anatomistas como William Harvey desmantelaram muitas de suas teorias biológicas. No entanto, até hoje, o trabalho dele continua sendo um ponto de partida para qualquer argumento nos campos da lógica, estética, teoria política e ética.

2. Seus trabalhos em filosofia

livros-velho

O trabalho de Aristóteles em filosofia influenciou ideais no final da antiguidade durante todo o período do Renascimento. Um dos principais focos da filosofia dele era seu conceito sistemático de lógica.

O objetivo de Aristóteles era apresentar um processo universal de raciocínio que permitisse ao homem aprender todas as coisas concebíveis sobre a realidade. Processo este que envolveu a descrição de objetos com base em suas características, estados de ser e ações.

1. Sua mulher morreu no mesmo anos em que abriu o Liceu cimintério-

 

 

Durante sua estada de três anos na Mísia, Aristóteles conheceu e casou-se com sua primeira esposa, Pythias, sobrinha do rei Hermias, junto o casal teve uma filha, Pythias, em homenagem a sua mãe.

Em 335 antes de Cristo no mesmo ano em que Aristóteles abriu o Liceu, sua esposa Pythias morreu. Logo depois, Aristóteles embarcou em um romance com uma mulher chamada Herpyllis, que como já tínhamos visto, segundo historiadores pode ter sido sua escrava, concedida a ele pelo tribunal da Macedônia.

COMPARTILHAR