10 fatos fascinantes sobre Karl Marx

Nascido na Prússia, Karl Marx foi filósofo, sociólogo, jornalista e revolucionário socialista. Publicou vários livros durante sua vida, como uma obra em economia que estabeleceu a base para o entendimento atual sobre o trabalho e sua relação com o capital.

Foi expulso do seu país por ser radical demais pela maneira como escrevia, o que levou o a mudar-se para Londres com a mulher e os filhos. Veja então os 10 fatos fascinantes sobre o Karl Marx.

10. Não foi Karl Marx que criou o comunismo

bandeira-comunismo

O comunismo e o socialismo já estavam presentes na realidade europeia muito antes de Karl Marx. A Europa que vinha sendo governada por monarcas durantes séculos, gradualmente as pessoas começaram a questionar essa forma de governo. No final do ano de 1700 este questionamento estava em plena floração.

Onde em 1762, Jean-Jacques Rousseau publicou no seu livro “The Social Contract”, que defendia a ideia de que o governo coletivo do povo era uma maneira muito melhor de governo do que confiar o destino de alguém um monarca. Pensamento este que contribuiu para a revolução francesa.

Após essa reviravolta muitos pensadores franceses e alguns outros se questionaram como essas lições aprendidas poderiam ser aplicadas para que houvesse uma sociedade mais liberal.

9. Ele possuía um doutorado

karl marx
otempo.com.br

Como muitos pensam Karl Mark não era simplesmente um filósofo, ele possuía um doutorado em filosofia. Em 1889 começou a escrever sua dissertação enquanto estudava não Universidade de Berlim.

O título para sua dissertação foi Differenz der demokritischen und epikureischen Naturhilosophie (A Diferença entre a Filosofia Democrática e Epicurista da Natureza).

Para se preparar para isso, ele mergulhou nas obras de dezenas de filósofos, poetas e dramaturgos clássicos – desde Aristóteles a Zeno. Onde apresenta uma discussão bastante detalhada das visões de Demócrito e Epicuro em relação aos átomos, tempos e meteoros. Dissertação esta que foi apresentada na Universidade de Jena e não a de Berlim.

8. Tinha amor pelar artes

casal-no-palco

Tal como a maioria dos filósofos do período clássico, Karl Marx possuía apreciações artísticas.  Na adolescência, ele escrevia peças de teatro e estava pensando em ser crítico de teatro até que seu pai o desviar.

Possuindo também paixão pela arte, trabalhou vários anos escrevendo pesquisas sobre a história da arte. Mas foi em poesia em que ele se destacou, sendo algumas pura bobagem, outras respeitáveis. Mais de metade de suas poesias foram dedicadas a sua esposa Jenny Von Westphalen.

7. Era um homem família de bom humor e devotado

homem-familia

Com sua esposa Jenny, Karl teve seis filhos. Ele que era como muitos pais, criou apelidos para cada um deles. Sua filha mais velha, também chamada de Jenny, apelidou a de Qui Qui.

A filha Laura era Kakadu e sua irmã Eleanor era Tussy. Karl era um indivíduo brincalhão. Eleanor a filha mais nova, descreveu seu pai como “a alma mais alegre e mais alegre que já respirou”. Extremamente gentil e simpático, ela se lembrava dele como um pai dedicado.

6. Teve problemas de saúde durante grande parte de sua vida

homem-doente

Conhecido por estar sempre bem humorado, Karl Marx não estava bem. Ele teve problemas de fígados, tinha reumatismo, tinha ciática, tinha dores de cabeça frequentes e crises de insónia.

Ainda se não bastasse ele sofria de hidradenite supurativa, uma doença que fazia com frequência a aparição de carbúnculos.

Esses carbúnculos as vezes apareciam em todo o corpo, que lhe causavam muita dor até desaparecerem. Escrever naquelas condições era impossível, pois havia dias em que ele estava trabalhando, mas tinha que deixar tudo de lado até que ele melhorasse.

5. A família de sua mãe fundou a empresa Philips

philips-marca

Sendo terceiro de nove filhos de Heinrich Marx e sua esposa Henrietta Pressturg. Karl Marx tornou-se o filho mais velho depois que seu irmão faleceu em 1819. Heinrich Marx um advogado de sucesso e um homem luminoso, interessado nas ideias dos filósofos Imamnuel Kante e Voltaire.

Henrietta Pressburg pertencia a uma família de negócios prospera que mais tarde fundou a empresa Philips, atualmente uma das maiores empresas de eletrônicos do mundo. Ambos os pais de Karl Marx eram judeus e descendiam de uma longa linhagem de rabinos.

4. Seus primeiros escritos incluíram obras ficcionais

livros-ficional

Estudando em Berlim, Marx ingressou no Doctor Club, onde grupos de estudantes discutiam ideias hegelianas, então ele se associou a um grupo de pensadores radicais conhecidos como os jovens hegelianos, que criticavam os pressupostos metafísicos de Hegel, mas adotaram método de raciocínio para criticar a sociedade, a política e a religião.

Durantes seus anos como estudante, Ele escreveu um pequeno romance, “Scorpion and Felix”; uma drama, Oulanem; e vários poemas de amor. No entanto, ele logo abandonou a ficção para outras atividades e nenhum desses trabalhos iniciais foram publicados durante sua vida.

3. Escreveu para vários jornais que foram banidos por serem muito radicais

karl-marx-escrevendo
socialistworker.co.uk

Devido à crescente oposição do governo prussiano aos jovens hegelianos, tornou-se difícil para Karl Marx continuar sua carreira acadêmica. Em 1842, Marx mudou-se para Colônia, na Alemanha.

Ali ele começou a escrever para o jornal democrático liberal Rheinische Zeitung e logo se tornou o editor do jornal. No ano seguinte, o governo prussiano proibiu o jornal de ser radical demais e por publicar um artigo que criticava fortemente a monarquia.

Em 1843 mudou-se para Paris, onde tornou-se coeditor de um novo jornal esquerdista radical, o Deutsch-Franzosiche Jahrbucher. No entanto, o artigo provou ser de curta duração após o seu colapso, Karl começou a escrever para Vorwats.

O único jornal radical de língua alemã sem censura, mas devido à pressão do governo prussiano, o governo francês fechou o Vorwats.

2. Morou na Bélgica

bélgica

Depois de terem sido expulsos pelo governo prussiano, Marx e seu amigo Engels se mudaram para Bruxelas, na Bélgica, onde Marx renunciou sua cidadania prussiana. Em 1847, a recém- fundada Liga Comunista, Londres, Inglaterra.

Encarregou Marx e Engels para escrever “O manifesto Comunista”, publicado no ano seguinte, os dois filósofos descreveram uma série de lutas de classes, previram que a próxima revolução proletária deixaria de lado o sistema capitalista, tornando assim os operários a nova classe dominante do mundo.

1. Viveu em Londres até sua morte em 1883

londres

Com levantes revolucionários engolfando a Europa em 1848, ele deixou a Bélgica pouco antes de ser expulso pelo governo daquele país. Mark retornou brevemente a Paris e à Alemanha antes de se estabelecer em Londres, onde viveria pelo resto da sua vida.

Apesar de negar cidadania britânica, ele trabalhou como jornalista lá, incluindo 10 anos como correspondente para o New York Daily.

COMPARTILHAR