10 fatos fascinantes sobre René Descartes

René Descartes foi filósofo, físico e matemático francês, tendo sido reconhecido também como uma das figuras chave na revolução científica. Muitas vezes chamado de o fundador da filosofia moderna e o pai da matemática. É tido como um dos pensadores mais importantes e influentes da história do pensamento ocidental. Onde foi a inspiração de muitos filósofos contemporâneos e gerações posteriores. Confira então os 10 fatos fascinantes sobre René Descartes.

10. Nasceu com uma saúde frágil

bébé
pixabay.com

O pai de René Descartes era um membro do parlamento da Bretanha em Rennes e sua mãe, Jeanne Brochard. Morreu logo após dar à luz a René, que nasceu com uma saúde debilitada e pensava-se que não sobreviveria.

Ele viveu com sua avó e com seu tio-avô na região de Poitou. Atrasado por causa de sua saúde frágil, em 1607, entrou para o Colégio Jesuíta Royal Henry-Le-Grand em La Flèche. Onde foi apresentado a matemática e a física incluindo o trabalho de Galileu.

9. Foi um oficial militar

soldado-guerra

Em 1618, devido a sua ambição de tornar-se um oficial militar profissional, René juntou-se, como mercenário, ao exército de estados holandeses protestantes em Breda, Holanda. Então sob comando de Mauricio de Nassau, realizou um estudo formal de engenharia militar, conforme estabelecido por Simon Stevin.

Ele recebeu muito encorajamento em Breda para avançar em seus conhecimentos de matemática. O que levou ele a familiarizar-se com Isaac Beeckam, o diretor de uma escola de Dordrecht, para quem ele escreveu o Compêndio da Música. Juntos eles trabalharam em queda livre, catenária, seção cônica e estática fluida.

8. Quando regressou a França compôs seu 1º ensaio

homem-tirando-nota

Depois de deixar o exército, em 1620. Visitou a Basílica da Santa Casa em Loreto e depois de visitar vários países retornou a França. Onde passou os próximos anos em Paris e foi lá que ele compôs seu primeiro ensaio sobre o método: Regulae ad Directionem Ingenii (Regras para direção da mente).

Chegando em sua cidade natal, La Haye em 1623, vendeu todas suas propriedades e investiu em títulos, o que lhe proporcionou uma renda confortável pelo resto de sua vida.

7. Teve uma filha que morreu de uma morte precoce

filha-menina
pixabay.com

Retornando à República Holandesa em 1628, em Amsterdã, René Descartes teve um relacionamento com uma criada, Helena Jans Van der Strom. Com ela teve uma filha, Francine, que nasceu em 1635 em Deventer e venho a falecer em 1640. Ao contrário de muitos moralistas da época, ele não era desprovido de paixões, mas sim as defendia.

Ele que chorou na morte de sua filha, disse que um homem não devia abster-se de lagrimas para provar ser um homem. Segundo Russel Shorto a experiência da paternidade e a perda de um filho formaram um ponto de virada no trabalho de René, o que fez com que mudasse o foco da medicina para uma busca por respostas universais.

6. Quando Galileu foi preso, ele abandonou os planos de publicar um livro

livro-aberto

Escreveu todos os seus principais trabalhos durante seus mais de 20 anos na Holanda, onde ele conseguiu revolucionar a matemática e a filosofia. Em 1633, quando Galileu foi condenado pela Igreja Católica, René largou os planos de publicar o Treatise on the World, seu trabalho dos quatro anos anteriores.

No entanto, em 1637 publicou parte deste trabalho em três ensaios: “Les Météores” (Os Meteoros), “La Dioptrique” (Dioptria) e “La Géométrie” (Geometria), precedidos por uma introdução, seu famoso discurso, de La méthode (o discurso sobre o método).

5. Tornou-se famoso por toda Europa em 1649

mapa-europa

Reconhecido em 1649 por toda Europa como um dos maiores filósofos e cientistas do continente. No mesmo ano foi convidado pela Rainha Cristina da Suécia para sua corte para organizar uma nova academia científica e ensina-la suas ideias sobre o amor.

Ela que estava tão interessada que estimulou René Descartes a publicar as “Paixões da Alma”, uma obra baseada em sua correspondência com a princesa Elisabeth. Aceitando a oferta da Rainha ele mudou-se para a Suécia no meio do inverno.

4. René Descartes e suas visões

rené-descartes
wikipedia.org

Enquanto estava em Neuburgo do Danúbio, Alemanha, René fechou-se em um quarto como um forno para escapar ao frio. Enquanto estava dentro, ele teve três sonhos e acreditou que um espirito divino revelou-lhe uma nova filosofia.

Ao sair, ele formulou geometria analítica e a ideia de aplicar o método matemático à filosofia. Chegou a conclusão então que a procura da ciência mostrava ser, para ele, a busca da verdadeira sabedoria e uma parte essencial no trabalho de sua vida. Viu também que todas as verdades estavam ligadas umas às outras. De modo que encontrar uma verdade fundamental e prosseguir com a lógica abriria o caminho para toda a ciência.

3. A Igreja Católica já colocou suas obras no índice de livros proibidos

livros-probidos

No mesmo dia em que seus ossos foram cerimoniosamente colocados em Saint-Geneviève-du-Mont, em Paris, a Igreja Católica Romana tomou sua própria decisão colocando as obras de René Descartes no Índice Librorum Prohibitorum (em latim: Índice de Livros Proibidos).

Ele que durante sua vida, os ministros protestantes nos Países Baixos chamaram ele de jesuíta e papista – o que significa ateu. Respondia que eles eram intolerantes e ignorantes fanáticos. Até cerca de 1930 muitos estudiosos, acreditavam que as principais preocupações de René Descartes eram metafísicas e religiosas.

2. Tinha como objetivo ajudar os seres humano dominar e possuir a natureza

meninos-lendo-livros

Tendo como objetivo a ajudar os seres humanos a dominar e possuir a natureza. René Descartes forneceu a compreensão do tronco da árvore do conhecimento em O Mundo, Dióptrica, Meteorologia e Geometria, ele estabeleceu suas raízes metafísicas nas Meditações.

Ele então passou parte de sua vida trabalhando nos ramos da mecânica, medicina e moral. A mecânica é a base de sua fisiologia e medicina, que por sua vez é a base de sua psicologia moral. Descartes acreditava que todos os corpos materiais, incluindo o corpo humano, são máquinas que operam princípios mecânicos.

1. É o primeiro pensador moderno

rené-descartes
wikipedia.org

René Descartes é considerado o primeiro filósofo moderno. A sua contribuição à epistemologia é essencial, assim como ás ciências naturais por ter estabelecido um método que ajudou no seu desenvolvimento.

Criou em suas obras Discursos sobre os métodos e Meditações – a primeira que foi escrita em francês, a segunda em latim, língua tradicionalmente utilizada nos textos eruditos de sua época – as bases da ciência contemporânea.

COMPARTILHAR