Top 10 primeiros presidentes do Brasil

Depois do golpe militar de 1889, que pôs fim ao Império do Brasil e iniciou-se a era republicana, foram muitos os presidentes que marcaram fortemente o país. Nesta lista você vai conhecer os primeiros 10 presidentes do Brasil.

10. Delfim Moreira da Costa Ribeiro (1918 – 1919)

Delfim Moreira da Costa Ribeiro
wikipedia

Filho de Antônio Moreira da Costa Pinto, Delfim foi o décimo presidente do Brasil. Além de político brasileiro ele foi também advogado. Nasceu no município de Vila de Conde, no distrito de Porto, em Portugal. Cursou direito na Faculdade de Direito de São Paulo, tendo então diplomando-se em 1890.

Durante sua carreira política foi deputado estadual de 1894 a 1902, em que foi nomeado secretário do interior de Minas Gerais. Foi também governador do estado de Minas Gerais de 1914 a 1918.

9. Venceslau Brás Pereira Gomes (1914 – 1918)

Venceslau Brás Pereira Gomes
Wikipedia

Nascido em São Caetano da Vargem Grande, atualmente Brasópolis, Venceslau era filho de Francisco Pereira Gomes e Isabel Pereira dos Santos. Para além de sua carreira de político ele também foi advogado. Cursou-se no tradicional Colégio Diocesano de São Paulo nos anos de 1881 a 1884.

Exerceu cargo de promotor público e advogado em Monte Santo, em Minas Gerais. Durante sua vida política foi prefeito da Cidade, tendo então destacando-se por ser na sua administração que foi introduzido o sistema de abastecimento de água. Também foi secretário do interior, Justiça e Segurança Pública do Estado e deputado federal.

8. Hermes da Fonseca (1910 – 1914)

 Hermes da Fonseca
Wikipedia

Militar e político brasileiro, Hermes da Fonseca foi o oitavo presidente do Brasil. Filho de Hermes Ernesto da Fonseca e de Rita Rodrigues Barbosa, ele nasceu em São Gabriel, no Rio Grande do Sul. Fez um bacharel em ciências e letras e frequentou a Escola Militar da Praia Vermelha e foi um dos introdutores das ideias de Auguste Comte no Brasil.

Convidado pelo seu tio exerceu cargo de ajudante-de-campo e secretário militar após o golpe, onde dez meses depois passou de capitão a tenente-coronel. Desempenhou vários cargos públicos até então se tornar o ministro da Guerra.

7. Nilo Procópio Peçanha (1909 – 1910)

Nilo Procópio Peçanha
Wikipedia

Tendo assumido o cargo de presidente da República depois da morte de Afonso Pena, Nilo Procópio Peçanha nasceu a 2 de outubro em 1867 em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro. Seus pais eram Sebastião de Sousa Peçanha e Joaquina Anália de Sá Freire, que eram descendentes de uma família de renome na política norte fluminense.

Estudou no Colégio Pedro II, na Faculdade de Direito de São Paulo e depois na Faculdade do Recife onde venho a se formar. Durante sua vida política foi eleito para assembleia constituinte, foi senador e presidente do estado do Rio de Janeiro.

6. Afonso Augusto Moreira Pena (1906 – 1909)

Afonso Augusto Moreira Pena
Wikipedia

Advogado e político brasileiro, Afonso Augusto Moreira Pena nasceu a 30 de novembro de 1847, no Rio de Janeiro. Filho de imigrante português Domingos José Teixeira e da brasileira Ana Moreira dos Santos, frequentou a Faculdade de Direito de São Paulo, diplomando-se em 1870. Foi também um dos fundadores e diretor da “Faculdade Livre de Direito”.

Durante sua carreira política foi deputado federal, governador do estado de Minas Gerais, Vice-presidente e depois presidente do Brasil, o qual venho a falecer durante seu mandato. Ocupou também cargos em ministérios: da Guerra, da Agricultura, Comércio e Obras Públicas enquanto era deputado.

5. Rodrigues Alves (1902 – 1906)

Rodrigues Alves
Wikipedia

Francisco de Paula Rodrigues Alves, nasceu a 7 de julho de 1848, no Rio de Janeiro e foi quinto presidente do Brasil. Seu pai era português Domingos Rodrigues e sua mãe brasileira Isabel Perpétua de Marins. Frequentou o Colégio Pedro II, na cidade carioca. Depois fez bacharel em letras e diplomou-se então na tradicional Academia do Largo de São Francisco, Atualmente USP (Universidade de São Paulo).

Foi conselheiro do Império, presidente da província de São Paulo, presidente do estado de São Paulo e ministro da Fazenda.

4. Campos Sales (1898 – 1902)

Campos Sales
Wikipedia

Tendo o governado o país de 1898 a 1902, Manuel Ferraz de Campos Sales foi o quarto presidente da República. Bacharelou-se em direito pela Faculdade de Direito de São Paulo e depois de sua formação ingressou no Partido Liberal. Ainda participou na criação do Partido Republicano Paulista.

Ele foi deputado provincial, vereador, deputado federal, ministro da Justiça, senador e presidente do estado de São Paulo, onde depois venho a renunciar para candidatar-se à presidência da República.

3. Prudente de Moraes (1894 – 1898)

Prudente de Moraes
Wikipedia

Este foi o primeiro civil a assumir o cargo e o primeiro presidente por eleição direta no Brasil. Prudente José de Moraes Barros nasceu no dia 4 de outubro de 1841 em São Paulo. Ele era descendente dos primeiros colonizadores da cidade paulista. Era filho de José Marcelino de Barros e Catarina Maria de Morais.

Prudente de Moraes foi presidente do estado de São Paulo, senador e presidente da Assembleia Nacional Constituinte. Antes de ingressar na carreira política era advogado.

2. Floriano Peixoto (1891 – 1894)

Floriano Peixoto
Wikipedia

Sendo o primeiro vice-presidente e o segundo presidente do Brasil, Floriano Vieira Peixoto nasceu a 30 de abril de 1839 em Maceió. Tendo nascido numa família muito pobre, mudou-se para Rio de Janeiro muito jovem para completar o secundário. Depois ingressou na Escola Militar da cidade carioca.

Fez um bacharel em ciências físicas e matemáticas, foi presidente da província de Mato Grosso e ministro da Guerra. O seu governo foi marcado intensamente pelo clima de rebeliões.

1. Deodoro da Fonseca (1889 – 1891)

Deodoro da Fonseca
Wikipedia

Uma das figuras centrais da Proclamação da República no país, Manuel Deodoro da Fonseca foi o primeiro presidente do Brasil. Nasceu a 5 de julho de 1827 em Alagoas. Cursou artilharia na Escola Militar do Rio de Janeiro, exerceu cargo de vice-presidente da província de São Pedro do Rio Grande do Sul.

Depois foi presidente do Rio Grande e comandante da província do Mato Grosso. Liderou o golpe de estado que depôs o Império e proclamou a República do país, onde com a mudança de sistema de governo. Ele então assumiu o comando do país na qualidade de Chefe do Governo Provisório da República.

COMPARTILHAR